Moda entra na era do aluguel e compartilhamento

Designer Isabela Pagnan aluga peças clean e autorais

Publicado em 11/07/2017
Moda entra na era do aluguel e compartilhamento

Compartilhar é a palavra de ordem que vem inspirando novos empreendimentos na área da arquitetura, gastronomia, mobilidade, turismo e principalmente na moda. Na cidade de São Paulo, existem diversas empresas que vêm se dedicando ao assunto. A construtora SKR criou o prédio Nomad, que prioriza o serviço de compartilhamento de bicicletas, ferramentas e salas de coworking. A House of Food aluga uma cozinha industrial para chefs e cozinheiros amadores. Na moda, shoppings, sites e designers também estão trazendo novas propostas.  

No passado, o mercado do aluguel de roupas consistia em uma loja repleta de vestidos de festa com gosto duvidoso e com estilos bastante pré-determinados. Atualmente, esse cenário é outro. Hoje, já é possível alugar uma bolsa ou um traje, de grifes nacionais e internacionais, na velocidade de um clique. Em poucos dias a peça está em sua casa. Esse sistema de aluguel vem dando tão certo que até mesmo estilistas da nova geração estão apostando no serviço e empreendendo de forma ainda mais personalizada. Como é o caso da designer Isabela Pagnan, de Londrina, no Paraná. Ela abriu a sua marca homônima, focada no aluguel de roupas de festa.

Formada em Design de Moda pela Universidade Estadual de Londrina (UEL), Isabela cria vestidos com identidade clean, tecidos de qualidade, priorizando trabalhos artesanais e acabamentos refinados. "Gostaria de oferecer, além de um produto com um design diferenciado, um serviço que tornasse mais prático e viável. Com a grande variedade de aluguéis e-commerce, o público feminino está se direcionando mais a esse tipo de negócio quando procura uma roupa de festa", explica.

isabela pagnan

Para embarcar nesse novo negócio, Isabela precisou trazer um diferencial para o mercado, por isso a sua marca aposta no conceito Novo Luxo, com o foco no serviço de experiências, roupas autorais, com criação e DNA próprio. Por isso, ela atende de forma personalizada no seu showroom. "Registramos o evento em que cada cliente vai participar, para não correr o risco de alguém aparecer com o mesmo vestido. Quando há necessidade, fazemos pequenos ajustes e após o evento o look é devolvido com a lavanderia por conta da marca. Dessa forma, garantimos um controle na lavagem e no manuseio das peças", conta.

isabela 2

As vantagens de alugar uma peça são inúmeras e favorecem não só a consumidora, que economiza tempo, dinheiro e espaço no guarda-roupa, mas também toda a cadeia produtiva. "Para o mercado, ao repensar suas formas de consumo e otimizar a produção, para o meio ambiente, ao desmaterializar a venda e incentivar o compartilhamento de produtos, evitando assim o desperdício da matéria-prima, e para a marca, que, ao escolher trabalhar com o aluguel e não com a venda (que é o convencional), acaba estimulando o público-alvo a refletir sobre seus hábitos de consumo e buscar um estilo de vida mais prático e sustentável", afirma.

Espaços e roupas colaborativas

fashion lab

Outros sites estão apostando no serviço de aluguel e compartilhamento na área da moda. É o caso do Lab Fashion, o primeiro coworking de moda de São Paulo. Por meio do conceito de negócio social, a empresa estimula a criatividade, o netwoking e novas formas de produção e consumo. Além disso, eles oferecem espaços para reuniões e eventos como workshops, palestras e cursos livres.

bubbles lab

A Bubbles LAB é uma espécie de Netflix para roupas. Por um valor fixo por mês você pega quantas roupas quiser, limitando-se apenas a um número simultâneo de peças. Existem planos de R$ 50 para uma peça por vez, R$ 100 para três peças por vez e R$ 150 para seis peças. O prazo máximo de devolução é de 10 dias por item. A empresa também oferece o serviço contrário: você disponibiliza sua roupa para ser alugada. Os preços variam de R$ 0,50 a R$ 5 por dia retirado.

bag me

No site  BagMe é possível comprar, vender e alugar bolsas luxuosas. Os preços dependem da quantidade de dias que você vai ficar com os acessórios. Por um fim de semana, o aluguel de uma Louis Vuitton Petit vai custar R$ 99, uma Chanel DoubleFlap Classic Lambskin Preta, R$ 210, e Prada Saffiano Shoulder Bag, R$ 129. O site também oferece serviço semanal e mensal.

Por Mayhara Nogueira

Fotos: Reprodução/Facebook