Hitchcock no MIS: mostra revela figurinos e croquis icônicos

São 20 ambientes que mostram cenários completos de clássicos do diretor

Publicado em 16/07/2018
Grace Kelly com um vestido preto e branco, figurino do filme Ladrão de Casacas

O Museu de Imagem e Som (MIS) hospeda a exposição Hitchcock – Bastidores do Suspense, que desvenda os bastidores dos filmes de Alfred Hitchcock (1899-1980). Para os fãs de história da moda, será possível ver de perto réplicas de figurinos e croquis originais. Trata-se da maior mostra já realizada no Brasil sobre a obra do cineasta britânico, que redefiniu o gênero do suspense no século 20.

croqui do filme Um Corpo que Cai

A exibição reúne os croquis originais dos figurinos desenhados por Edith Head (1897-1981), que trabalhou com Hitchcock em mais de 10 filmes e tem no currículo oito estatuetas do Oscar de melhor figurino, sem contar 35 indicações ao prêmio - o que faz dela a mais premiada estilista de Hollywood até hoje. É possível conferir trajes em tamanho real, como os que vestiram a atriz Grace Kelly em Ladrão de Casaca (1955) e Kim Novak em O Corpo Que Cai (1958).

um corpo que cai

Os visitantes poderão apreciar 20 ambientes decorados com móveis, trajes, documentos, fotografias e manuscritos sobre as produções de longas como A Dama Oculta (1938) e Cortina Rasgada (1966). Também tem salas que exibem trechos dos filmes e remontam cenários icônicos, como o da mansão de Psicose (1960).

Com curadoria de André Sturm, atual secretário da Cultura de São Paulo, Hitchcock – Bastidores do Suspense fica em cartaz até 21 de outubro no MIS (Av. Europa, 158, São Paulo). 

Foto: Reprodução/Ladrão de Casaca