Designer cria joias com ouro de eletrônicos descartados

Trabalho foi feito em colaboração com a marca Dell

Publicado em 03/05/2018
brincos feitos de ouro descartado

Construir roupas, sapatos e acessórios a partir de materiais reaproveitados é uma realidade sem volta no mundo da moda. Pensar fora da caixa e desenvolver soluções cada vez mais criativas para gerar menos impacto no meio ambiente é a nova ordem que vem inspirando desde pequenas marcas até grandes empresas.

Esse é também o caso da Dell, que em colaboração com a atriz, empreendedora e ativista Nikki Reed, lançou uma coleção de joias produzidas com ouro recuperado de placas-mãe recicladas. Chamada de Bayou with Love, a label desenvolveu peças minimalistas e atemporais.

A coleção inclui anéis de ouro de 14 e 18 quilates, brincos e abotoaduras, com pedras preciosas extraídas também de maneira ética. "A Bayou with Love foi criada para trazer uma maior consciência ao impacto humano em nosso planeta e mostrar que itens bonitos podem vir de materiais de origem sustentável e reciclados”, disse Reed, co-fundadora da Bayou with Love. “Ao reciclar ouro, que antes era considerado 'desperdício', a Dell e eu estamos trabalhando para criar um ambiente onde reutilizamos continuamente os recursos e buscamos o desperdício zero.”

Atualmente, apenas 12,5% do lixo eletrônico é reciclado no mundo. Como resultado, estima-se que os americanos joguem fora 60 milhões de dólares em ouro e prata todos os anos. A coleção de joias da Dell demonstra o potencial desse material, além de criar enormes benefícios ambientais e sociais.

De acordo com um estudo da Trucost, o processo de recuperação de ouro criado pela Dell, em parceria com a  empresa Wistron GreenTech, tem um impacto ambiental 99% menor quando comparado à extração tradicional. 

As peças da Bayou with Love já estão disponíveis no site da marca, a partir de 98 dólares. 

Foto: Divulgação