Design de Moda exige versatilidade dos alunos

Cursos incluem áreas operacionais e administrativas

Publicado em 17/10/2018
mulher-com-fita-métrica-tirando-medidas-de-um-vestido-azul

Foto: Shutterstock.com

O segmento da moda desperta grande interesse do público, mas entre curiosos e consumidores há muitas pessoas interessadas em se profissionalizar. A faculdade de Design de Moda atrai os que almejam uma qualificação nessa área, tão ampla quanto exigente. Se você está pensando em ingressar na profissão e quer saber mais sobre o curso, confira algumas das principais informações sobre a graduação e o mercado de trabalho.

Confecção, modelagem e marketing

Quando pensamos nos profissionais da moda, o senso comum nos remete ao estilista. No entanto, vale destacar que a graduação proporcionará o aprendizado em diversas atividades do setor. Um curso de Design de Moda aborda áreas operacionais, como produção, modelagem e confecção, e também técnicas administrativas, como pesquisa, planejamento, marketing e empreendedorismo, aos que pensam em lançar a sua própria empresa.

Um profissional de moda precisa estar bem informado para compreender e antecipar demandas da sociedade, como a busca por peças sustentáveis e que não causem danos ao meio-ambiente e aos animais. Conhecer a história da moda, do design e de outras artes fará o aluno compilar referências, facilitando o aprendizado.

Estudante precisa se aventurar em diversas áreas

Um bom estudante de Design de Moda naturalmente terá envolvimento em muitas frentes. Precisa gostar de pesquisar quais as tendências de tecidos, cores e coleções, e ler publicações da área. É importante demonstrar vontade de colocar a mão na massa nas técnicas de produção, inclusive operando máquinas de costura para tirar as ideias do papel.

Mesmo que o aluno queira se especializar em alguma área, o ideal é ter versatilidade para atuar em diversos setores. Ser criativo e curioso vai ajudar nesse processo, aprendendo elementos como vestuário, calçados, maquiagem, estampas e penteados.

Mercado de trabalho traz muitas possibilidades

Um profissional pode atuar em diversas áreas, como produções em ateliês, indústrias têxteis e elaboração em design. Na gestão também estão disponíveis outras funções, como coordenar indústrias e estudar as variáveis do comércio. Em todas elas serão exigidas competência e resiliência.

Especificamente para estilistas, empresas e ateliês devem requisitar muita experiência na contratação, e é necessário conhecer diversas áreas e demonstrar polivalência até conquistar seu espaço. Ao optar pela carreira autônoma, saiba que há uma batalha desafiadora pela frente para ganhar credibilidade, assinar coleções e ter seus próprios clientes.

Geralmente, os cursos técnicos de Design de Moda duram quatro semestres, enquanto o bacharelado tem a extensão de oito semestres. O estágio e o trabalho de conclusão de curso são obrigatórios.