Conheça a loja feminista que é sucesso em Nova York

Bulletin Broads também é uma comunidade que oferece atividades e eventos

Publicado em 19/12/2017
Loja Bulletin Broads, que comercializa objetos com ideias feministas

"Feminismo" foi eleita a palavra de 2017 e, invadindo o comportamento e atitude das mulheres, o termo também adentrou a moda e os negócios. Prova disso é a desejada Bulletin Broads, loja super girl power instalada no descolado bairro Nolita, em Manhattan, Nova York.

O empreendimento, de 450m² e decoração rosa millennial, aluga as suas prateleiras para diversas marcas do mundo, que vendem roupas, papelaria, artigos de decoração e acessórios com mensagens políticas que fogem do óbvio. São inúmeros produtos criativos produzidos por mulheres.

"Nós percebemos que realmente não havia lugar para que esses artesãos excepcionais brilhassem", explicou uma das fundadoras, Ali Kriegsman, em entrevista ao site do jornal The New York Times.

Na Bulletin Broads, 10% das vendas são destinadas ao Planned Parenthood, ONG que oferece atendimento médico a mulheres sem recursos. Entre maio e o início de dezembro deste ano já foram doados mais de 60 mil dólares para a organização.

"Depois do resultado das últimas eleições americanas, nós sentimos que tínhamos que nos mobilizar. Então decidimos por um conceito de loja super progressista, feminista e que apoia os empreendimentos de outras mulheres", relatou Ali em entrevista ao site da Marie Claire.

Ali foi considerada pela Forbes uma das jovens mais influentes com menos de 30 anos. Junto com Alana Branston, as sócias viram o negócio crescer depois de serem escolhidas pela aceleradora Y Combinator para seu programa de incubação. 

O conceito do empreendimento deu tão certo que a Bulletin Broads abriu dois endereços em menos de um ano: além do Nolita, existe uma loja em Williamsburg, no Brooklyn. Sem contar a pop-up no Flatiron, que estará aberta durante o mês de dezembro para as compras de fim de ano.

"O feminismo está presente em todos os ângulos do nosso negócio. Nossa empresa também é formada apenas por mulheres. A nossa intenção é que a Bulletin Broads seja um local onde mulheres se sintam seguras e à vontade para comprar o que quiserem e sem olhares julgadores ao redor", afirmou Ali.

Camisetas com estampas como "Girl Power" e "Nasty Woman" fazem sucesso entre o público. Inclusive, a marca brasileira Giucouture está presente na loja com a sua famosa t-shirt com os dizeres "Pussy Run Everything", bordados à mão.

Atividades

Além de uma loja, a Bulletin Broads se tornou uma comunidade que oferece workshops, eventos de networking a aulas de bordado. "Toda quinta-feira fazemos a 'Write Night', onde servimos vinho e convidamos as pessoas a escrever para aos governantes sobre os problemas sociais da comunidade ou do país", disse Ali em entrevistas.

Cultura Pop

A Bulletin Broads também comercializa opções divertidas, de Britney Spears a Kim Kardashian, e ainda acessórios de beleza. Spice Girls é presença frequente na trilha sonora da loja e você pode assistir As Patricinhas de Beverly Hills na TV da pop-up de fim de ano.

Foto: Divulgação/Bulletin Broads